Ir para o conteúdo

Casa de Oswaldo Cruz é homenageada com a Medalha Rui Barbosa

14/11/2023

Icict/Fiocruz também recebeu a honraria, concedida a personalidades e instituições que se destacaram na defesa da democracia e da cultura

Foto: Glauber Gonçalves.

A Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz) foi agraciada na última sexta-feira (10/11) com a Medalha Rui Barbosa, concedida a personalidades, lideranças e instituições que se destacaram na defesa da democracia e da cultura no Brasil. Na cerimônia, que aconteceu na sede da Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB), em Botafogo, no Rio de Janeiro, a instituição homenageou também o Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict/Fiocruz).

Temos uma interface muito grande com a Casa de Rui Barbosa, que passa por uma questão muito cara à Fiocruz, que é a relação entre ciência, cultura e saúde

“Esta homenagem marca uma longa relação entre as duas casas, a Casa de Rui Barbosa e a Casa de Oswaldo Cruz, que comungam de valores muito similares, que passam pela importância da pesquisa em história, pela valorização da memória, pela preservação do patrimônio cultural e pelas políticas públicas na área da cultura”, afirmou o diretor da Casa de Oswaldo Cruz, Marcos José de Araújo Pinheiro, que representou a unidade no evento.

Para Marcos José, a cerimônia de entrega da medalha foi também a celebração de um momento de retomada para a Casa de Rui Barbosa após os percalços enfrentados pela instituição no período do último governo. “Este é um movimento que está em curso no país: a cultura voltou, a democracia voltou, a ciência e a saúde voltaram”, declarou o diretor. “Temos uma interface muito grande com a Casa de Rui Barbosa, que passa por uma questão muito cara à Fiocruz, que é a relação entre ciência, cultura e saúde.”

FCRB e Fiocruz firmam parceria para a preservação de acervos


  
  Medalha Rui Barbosa: Foto: Vanor Correia (Multimeios/Icict/Fiocruz).

Na cerimônia de entrega da medalha, o presidente da Fundação Casa de Rui Barbosa, Alexandre Santini, mencionou a mais recente parceria firmada com a Fiocruz. “Estamos celebrando um Termo de Execução Descentralizada [TED] com a Fundação Oswaldo Cruz, a quem agradecemos a parceria, para um projeto [...] visando à preservação de acervos arquivísticos de ambas as instituições", disse.

O projeto envolve a Casa de Oswaldo Cruz, o Icict, por meio da VideoSaúde Distribuidora, e a FCRB, instituições que possuem a guarda de acervos semelhantes e têm como objetivo desenvolver e implementar estratégias para a preservação desses conjuntos. 

O termo estabelece oito metas, entre as quais a definição da documentação e da infraestrutura tecnológica para a preservação digital dos acervos do Serviço de Arquivo Histórico da FCRB e do Departamento de Arquivo e Documentação da Casa de Oswaldo Cruz; e a implementação do repositório digital de preservação na FCRB e de um laboratório de digitalização para a preservação digital do acervo arquivístico audiovisual da VideoSaúde Distribuidora.

“Entre as metas, está incluída também a criação de instrumentos normativos, como o plano de preservação digital do arquivo histórico e um manual de digitalização”, explica Marcus Vinícius Pereira da Silva, bibliotecário da Casa de Oswaldo Cruz e coordenador-adjunto do Fórum de Preservação Digital da Fiocruz.

Assistente técnica do Sistema de Gestão de Documentos e Arquivos (Sigda) da Fiocruz, Karina Praxedes destaca que o termo é específico para documentos arquivísticos, que reúnem quatro diferentes gêneros: textual, iconográfico, audiovisual e sonoro. “Com o TED, vamos partir para a prática da preservação digital dos documentos arquivísticos. Executar o que está nas normas [arquivísticas] é bastante desafiador”, avalia.


Compartilhe

Facebook Twitter Whatsapp E-mail Imprimir

Compartilhe

Facebook Twitter Whatsapp E-mail Imprimir