Exposição Aventuras no Corpo Humano percorre escolas da Cidade de Deus

2012-03-16

Crianças do CIEP Luiz Carlos Prestes, na Cidade de Deus, conheceram na terça-feira (13/3), a exposição Aventuras no Corpo Humano. Trata-se de uma parceria entre Farmanguinhos e o Museu da Vida, com o apoio do projeto Bairro Educador, da Secretaria Municipal de Educação. Estudantes com idade entre cinco e oito anos descobriram na prática como funcionam os órgãos e sistemas do corpo humano, participando de atividades interativas.

 

 

nariz_alexmansour
De olhos vendados, crianças entram num nariz-caverna e sentem
as substâncias que habitam o interior do nariz
. Foto: Alex Mansour

 

"Aqui eles estão podendo conhecer melhor o que já aprenderam. Isso já é um estímulo a mais para o aprendizado. Eles aprendem e se divertem. Além disso, tem a curiosidade natural que faz as crianças terem esse fascínio sobre o assunto", diz Rita Caruso, diretora adjunta do CIEP..


Prova disso é o pequeno Lorran Macial, de oito anos, estudante do 3º ano do ensino fundamental, que entusiasmou-se com as atividades. "Achei muito legal tudo isso! Aprendi várias coisas sobre o corpo e me diverti. Gostei muito da parte da digestão. Quando chegar em casa vou contar para os meus pais o que eu aprendi aqui".


O evento tem o objetivo de aumentar a participação nos processos educativos da comunidade escolar e estimular o conhecimento. A proposta é de levar a exposição a 12 escolas. Por enquanto, na agenda da exposição, estão o CIEP João Batista dos Santos, de 20 a 22/3; a Escola Municipal Augusto Magne, de 27 a 29/3; e a Escola Municipal Mano Décio da Viola, de 2 a 4/4.

 

 

cerebro
Crianças observam modelo de cerebro humano. Foto: Alex Mansour

 

O conjunto de atividades da exposição faz parte do projeto "Ciência para pequenos curiosos", uma parceria entre o Museu da Vida/Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz e o Instituto de Ciências Biomédicas da UFRJ, com apoio da Faperj.

 

 

Fonte: Intranet de Farmanguinhos


Compartilhe

Facebook Twitter Whatsapp E-mail Imprimir