Ir para o conteúdo

Sistema web e gratuito facilitará a gestão de riscos para o patrimônio cultural

2022-10-31

A Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz), o International Centre for the Study of the Preservation and Restoration of Cultural Property (ICCROM) e o Canadian Conservation Institute (CCI) promovem, na próxima sexta-feira, 4 de novembro, o lançamento do Sistema ABC de Gestão de Riscos para o Patrimônio Cultural. O evento será transmitido ao vivo pelo Canal da Casa no YouTube, a partir das 11h. O evento contará com tradução simultânea (Inglês/Português e Português/Inglês). A ferramenta visa auxiliar as instituições interessadas na implementação do Método ABC de gestão de riscos, elaborado pelo ICCROM e pelo CCI.

Disponibilizado gratuitamente, o Sistema ABC é uma ferramenta de apoio à decisão com base em riscos para gestores de patrimônio cultural. O desenvolvimento da plataforma contemplou a migração e aprimoramento da CCI Risk Management Database, originalmente desenvolvida por Stefan Michalski em Microsoft Access, para uma nova tecnologia que pode ser acessada via navegador por múltiplos usuários da mesma instituição, facilitando o trabalho interdisciplinar. Além da migração, foram realizadas diversas modernizações, incluindo o desenvolvimento do módulo de valoração dos acervos. 

Arquiteta da Casa, Carla Coelho explica que o Método ABC de Gestão de Riscos é baseado na estrutura da gestão de riscos proposta por norma internacional, que estabelece o contexto, identifica, analisa, avalia e trata os riscos, propondo ferramentas específicas para o campo do patrimônio cultural.

 “O Método ABC tem o objetivo de contribuir para o estabelecimento de prioridades e definição de estratégias mais eficientes para a conservação preventiva do patrimônio cultural, garantindo uma visão abrangente sobre os diferentes riscos que podem impactar os bens culturais e o planejamento das ações de mitigação”, disse.

Entre as vantagens do Sistema ABC está a possibilidade de organização de informações e sua utilização em diferentes etapas do processo de gestão de riscos, facilitando a realização dos cálculos necessários e o monitoramento das medidas de mitigação de riscos propostas. “O Sistema possibilita também a revisão em ciclos, permitindo que as instituições mantenham análises atualizadas sobre os diferentes riscos que podem impactar os bens culturais sob sua responsabilidade e usem essas informações para tomada de decisão em relação às prioridades para alocação de recursos humanos e financeiros”, destacou Carla Coelho. 

Wagner Silva, do Serviço de Tecnologia da Informação da COC, destaca que “o Sistema ABC é independente de plataforma tecnológica, não havendo necessidade de instalação de outros softwares específicos para o uso da ferramenta pelo usuário final. Além disso, o fato de ter sido construído em uma tecnologia atual, permite que futuras melhorias possam ser implementadas”.

Diretor da Casa, Marcos José de Araújo Pinheiro, explicou que a realização do ciclo-piloto de implementação da gestão de riscos para o patrimônio cultural da Fiocruz, orientado pelo então consultor José Luiz Pederzoli, mostrou a importância de se desenvolver o Sistema ABC, dada a complexidade na aplicação do Método ABC.

“Para darmos continuidade à implementação de uma cultura de gestão de riscos na instituição foi imprescindível o desenvolvimento do sistema, que também possibilita a cooperação e colaboração com outras instituições congêneres na preservação do patrimônio cultural, em especial com aquelas que não dispõem de condições para adoção da gestão de riscos em suas rotinas”, concluiu.

Lançamento do Sistema ABC de Gestão de Riscos para o Patrimônio Cultural 

Data do evento: 4/11, 11h 
Transmissão ao vivo pelo Canal da Casa no Youtube
Participantes: 
Marcos José Pinheiro, diretor da COC/Fiocruz); Carla Coelho (arquiteta da COC/Fiocruz), Wagner Silva (Serviço de Tecnologia da Informação da COC/Fiocruz)
José Luiz Pederzoli Jr, ICCROM
Simon Lambert, Irene Karsten e Stefan Michalski, CCI


Compartilhe

Facebook Twitter Whatsapp E-mail Imprimir

Compartilhe

Facebook Twitter Whatsapp E-mail Imprimir