Ir direto para o conteúdo

Link externo: Portal Fiocruz Webmail

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ

Fale Conosco

Portal da Casa de Oswaldo Cruz

  • Logo marca da Casa de Oswaldo Cruz, seguida da frase 'História, Patrimônio Cultural e Divulgação das Ciências e da Saúde'

você está aqui:

Página Inicial

Mesa-redonda "História da reforma sanitária brasileira e o SUS"

Oferecer ao público a oportunidade de entender e conhecer mais de perto a história de sua gênese do Sistema Único de Saúde (SUS) e de seus princípios norteadores sob a perspectiva mais ampla da história do Brasil. Esse é o objetivo do próximo Encontro às Quintas, que faz parte das comemorações dos 25 anos da criação do SUS.

 

Dois médicos da Fiocruz - Sarah Escorel, da Ensp, e José Carvalho Noronha, do Icict, e uma cientista política da Universidade Federal de Minas Gerais, Telma Menicucci, vão conduzir uma reflexão sobre o contexto político-sanitário que gestou a reforma sanitária e suas conjunturas de crise política, com o subsequente processo de redemocratização do país. Tais questões foram determinantes para a definição de novos rumos para as políticas públicas, em particular as políticas de saúde.

 

Os debatedores também se propõem a remontar cenários como o da VIII Conferência Nacional de Saúde, em março de 1986, que apresentam as bases doutrinárias sobre as quais foram gestados importantes estudos que viriam a fundamentar os principais referenciais que subsidiariam a elaboração da Seção de Saúde da Constituição Federal do Brasil, de 1988: conceito amplo de saúde, saúde como direito da cidadania e dever do Estado, e a instituição de um sistema único de saúde.

 

Telma Maria Gonçalves Menicucci – graduada em Ciências Sociais, com mestrado em Sociologia e doutorado em Ciências Humanas Sociologia e Política/UFMG, atualmente é professora adjunta do Departamento de Ciência Política da UFMG e atua principalmente na área de Políticas Públicas, particularmente políticas sociais, política de saúde, e na área de gestão pública.

 

Sarah Escorel – médica com Mestrado em Saúde Pública e Doutorado em Sociologia/UNB, atualmente é pesquisadora titular da Ensp/Fundação Oswaldo Cruz. Tem experiência na área de Saúde Coletiva, com ênfase em Políticas de Saúde, especialmente nos temas da exclusão social, participação social em saúde e reforma sanitária brasileira.

 

José Carvalho Noronha – médico com mestrado em Medicina Social/UERJ e doutorado em Saúde Coletiva/UERJ, atualmente na Fundação Oswaldo Cruz, é pesquisador e professor do Programa de Pós-Graduação em Informação e Comunicação em Saúde/ICICT, e coordena a iniciativa de Prospecção Estratégica do Sistema de Saúde Brasileiro para 2030. Tem experiência na área de Saúde Coletiva, com ênfase em Políticas, Planejamento e Administração em Saúde.

 

 

Coordenação do Encontro às Quintas: Maria Rachel Froes da Fonseca

Data: 24 de outubro de 2013

Horário: 10 horas

Local: auditório do Museu da Vida | Avenida Brasil, 4365 – Manguinhos, RJ

Mais informações: (21) 3882-9095 e historiasaude@coc.fiocruz.br .

 

Leia mais:

Confira os próximos Encontros de 2013

"Roquette-Pinto buscou demonstrar que a miscigenação não era um problema"

Links Conteúdo

Endereço

Casa de Oswaldo Cruz
Av. Brasil, 4365 CEP: 21045-900 - Manguinhos, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Tel.: + 55 (21) 3865-2121 | E-mail: divulgacao@coc.fiocruz.br

Links Rodape

Topo da página
Todo o conteúdo do Portal COC pode ser copiado, distribuído, exibido e reproduzido livremente, para fins não-comerciais, desde que seja citada a fonte.
A utilização para fins comerciais está sujeita a uma licença da COC/Fiocruz