Ir para o conteúdo

Diretora da peça Sangue Ruim fala do seu trabalho em entrevista

03/05/2011

A socióloga Wanda Hamilton, diretora da peça Sangue Ruim, em cartaz no Museu da Vida, fala da sua trajetória na Fiocruz, do prazer ao adaptar o texto de Paul Sirett, das reações dos estudantes nos debates promovidos após o espetáculo, entre outros assuntos, em entrevista publicada no site da Agência Fiocruz de Notícias. Segundo ela, o texto trata da questão ética, mas o foco principal é a pesquisa científica.

Limite da ética para o desenvolvimento da ciência, o problema da discriminação social e racial, a influência dos países ricos sobre nações em desenvolvimento e dilemas pessoais são narrados na montagem dirigida por Wanda no espaço Ciência em Cena.


Leia a entrevista na íntegra.


Compartilhe

Facebook Twitter Google Plus E-mail Imprimir

Compartilhe

Facebook Twitter Google Plus E-mail Imprimir