Ir para o conteúdo

Jornalismo científico: uma atividade em crise?

06/04/2011

Nos últimos anos, o declínio da popularidade dos jornais impressos e o sucesso da internet como fonte de informações geraram debates sobre uma suposta crise do jornalismo no Estados Unidos e na Europa. Esse sentimento de crise preocupa também profissionais do jornalismo científico.

 

Na próxima segunda-feira, dia 11 de abril, às 10 horas, Martin W Bauer, professor da London School of Economics, virá ao Museu da Vida para debater o assunto. A palestra faz parte da programação dos “Seminários em Divulgação Científica”, do curso de Especialização em Divulgação da Ciência, da Tecnologia e da Saúde.

O palestrante apresentará os resultados de estudos recentemente realizados com jornalistas científicos de diferentes partes do mundo, sobretudo Reino Unido e Brasil. As pesquisas buscaram avaliar o sentimento de crise nessa categoria profissional e identificar suas principais causas.

 

Embora ainda não esteja claro se realmente existe uma crise de caráter local ou global, algumas preocupações foram apontadas, como a falta de equilíbrio entre a reportagem independente e a replicação de materiais de assessorias de imprensa.


Bauer é professor do Instituto de Psicologia Social e Metodologia de Pesquisa na London School of Economics, onde dirige também o curso de mestrado em Comunicação Social e Pública, e edita a revista Public Understanding of Science. Além disso, é autor de vários livros e artigos na área de jornalismo e divulgação científica.

 

O seminário, em português, é gratuito e aberto ao público. Não é necessária inscrição prévia.

 


Seminário: “A Crisis of Science Journalism?”

Por Martin W Bauer (London School of Economics)

Data e horário: Segunda-feira, 11 de abril, às 10h

Local: Tenda da Ciência, no campus da Fiocruz (Av. Brasil, 4.365, Manguinhos, Rio de Janeiro)


Compartilhe

Facebook Twitter Google Plus E-mail Imprimir

Compartilhe

Facebook Twitter Google Plus E-mail Imprimir