Ir para o conteúdo

Pesquisador da COC ministra palestra sobre epidemia da gripe espanhola

29/08/2018

Nesta quinta-feira (30/08), o pesquisador da COC, Ricardo Augusto dos Santos, participou da série 'História e culturas urbanas', promovida pela Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB) em parceria com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Na ocasião, o especialista ministrou a palestra Drama, medo e festa: a epidemia de gripe espanhola no Rio de Janeiro.  O encontro contou também com a participação de Christiane Maria Cruz de Souza (IFBA), que abordou o tema Cem anos da pandemia de gripe espanhola: reflexões sobre o evento ocorrido na Bahia. O evento gratuito integrou a série especial 'Saúde na cidade' e será realizado na Fundação Casa Ruy Barbosa (Rua São Clemente, 134 – Botafogo).  ​Para mais informações, clique aqui.

:: Drama, medo e festa: a epidemia de gripe espanhola no Rio de Janeiro

A epidemia de gripe espanhola no Rio de Janeiro começou em setembro de 1918, atingindo a cidade até novembro. A enfermidade chegou pelos navios que ancoravam nos portos brasileiros. Nosso objetivo é recuperar as atitudes de medo e alegria da população carioca em relação à tragédia. Quase diariamente os jornais divulgavam o número oficial das mortes, quase todas registradas em torno de 40 dias: próximo de 14.000 óbitos. Entretanto, por mais terrível que tenha sido o fato, poucas semanas após a gripe, aconteceu o carnaval de 1919. Bailes, batalhas de confete e incontáveis blocos espalhados pelos bairros. [Leia mais]


Compartilhe

Facebook Twitter Google Plus E-mail Imprimir

Compartilhe

Facebook Twitter Google Plus E-mail Imprimir