Ir para o conteúdo

Exposição A Mulher e o Câncer de Mama no Brasil está na Estação Rodoviária do VLT Carioca

23/10/2017

Painel mostra mulher em atendimento, ao lado de máquina de raios XOs seios femininos são fonte de variadas simbologias nas diferentes culturas, mais do que qualquer outra parte do corpo humano. Com 21 painéis, a exposição “A Mulher e o Câncer de Mama no Brasil” aborda aspectos históricos, médicos e culturais das mamas, com foco especial no câncer e nas ações para o seu controle no País. Com o estigma de doença mutiladora, hoje o câncer de mama pode ser diagnosticado precocemente e dispõe de alternativas de tratamento e de cura. Fruto do projeto “História do Câncer - atores, cenários e políticas públicas”, parceria entre o Inca e a Casa Oswaldo Cruz (COC)/Fiocruz, a exposição integra a campanha Outubro Rosa e pode ser conferida na Estação Rodoviária do VLT Carioca (Veículo Leve sobre Trilhos). Para saber mais sobre esta e outras exposições itinerantes da Fiocruz, visite o site do Museu da Vida: www.museudavida.fiocruz.br

Partindo da estrutura anatômica da mama, o público confere diversos módulos temáticos, entre os quais: “Os seios na arte; Os seios como fonte de vida; Lendas, mitos e religiosidade; Os seios e a emancipação feminina; O câncer de mama na Antiguidade; Cirurgia moderna; Dos raios X à mamografia; Outros meios diagnósticos; Tratamento; Promovendo a autoestima; Fatores de risco e de proteção; Ações nacionais de controle do câncer de mama; Outubro Rosa; Rastreamento mamográfico em debate; Para controlar o câncer de mama no Brasil.

O câncer de mama resulta do crescimento desordenado de células com potencial invasivo, que se dá a partir de alterações genéticas (hereditárias ou adquiridas). Existem vários tipos de câncer de mama. Alguns evoluem de forma rápida, outros, não. A maioria dos casos tem bom prognóstico. Por isso, a importância da prevenção e do diagnóstico precoce da doença.

De acordo com a empresa, o objetivo do VLT Carioca ao receber a exposição “A mulher e o câncer de mama”, do Museu da Vida, é ir além da prestação de um serviço público de transporte. “É se engajar em causas de relevância para a sociedade e contribuir para a sensibilização em relação à prevenção da doença. Por isso escolhemos a Estação Rodoviária, uma das mais movimentadas do sistema, para receber a mostra e, com isso, alcançar o maior número de pessoas possível”, completou. Quem quiser mais informações sobre o VLT, acesse a página: http://vltrio.rio/

Outubro Rosa

A campanha Outubro Rosa ganhou força na última década de 1990 e tinha como objetivo estimular a participação popular na luta contra o câncer de mama. Criada pela Fundação Susan G. Komen for the Cure, escolheu como símbolo o laço cor-de-rosa, que foi distribuído aos participantes da primeira Corrida pela Cura, realizada na cidade norte-americana de Nova York. A partir de 1997, várias entidades passaram a comemorar a data, promovendo ações de mobilização para o diagnóstico precoce da doença. Inicialmente, as cidades se enfeitavam com laços rosa nos locais públicos. Hoje muitas as ações, como corridas, desfile de modas com pessoas que superaram o câncer, iluminação de monumentos e prédios públicos com a cor rosa fazem parte do Outubro Rosa em várias partes do mundo.

Serviço

Exposição: “A Mulher e o Câncer de Mama no Brasil”.

Local: Estação Rodoviária do VLT Carioca.

Visitação: 24 a 31 de outubro. Grátis.

Horário: das 6h à meia-noite.

Endereço: rua Santo Cristo, 123-131, Santo Cristo, Rio de Janeiro - RJ.

Telefone para atendimento: 0800-000-0858

 


Compartilhe

Facebook Twitter Google Plus E-mail Imprimir

Compartilhe

Facebook Twitter Google Plus E-mail Imprimir