Ir para o conteúdo

Brasília recebe exposição Oswaldo Cruz: ciência e saúde no projeto nacional

03/08/2017

A mostra Oswaldo Cruz: ciência e saúde no projeto nacional ocupará, de 7 a 17 de agosto, o corredor de acesso ao Plenário da Câmara dos Deputados, em Brasília, permitindo aos visitantes conhecer a obra do cientista e a importância da Fiocruz como instituição estratégica de Estado, a serviço de um projeto nacional de desenvolvimento. No dia 9 de agosto, às 9h30, o sanitarista será homenageado em Sessão Solene no Plenário Ulysses Guimarães.
“Lembrar os 100 anos do falecimento de Oswaldo Cruz é um momento não só para recordar a trajetória, as conquistas e o legado do grande médico e cientista, mas também para refletir sobre nosso compromisso com o futuro e com o bem-estar da população. É ainda uma oportunidade para avançarmos em projetos coletivos que contribuam para o SUS e para a ciência, tecnologia e inovação”, afirma a presidente da Fiocruz, Nísia Trindade, que estará presente à abertura.

A exposição integra o projeto Ano de Oswaldo Cruz - 100 anos do legado de Oswaldo Cruz - O papel da ciência e da saúde no projeto nacional, instituído em março de 2017, que mobiliza a instituição em atividades ao longo do ano.   Dividida em quatro módulos, reúne charges fotos e matérias de publicações.

Nos três primeiros módulos (Tradição e inovação em saúde, ciência & tecnologia; Sob as lentes da ciência – O país como objeto de estudo; e A saúde como direito) o público terá a apresentação de um diálogo permanente entre o passado e a evolução desses temas ao longo do tempo. O último módulo (Novos desafios), aponta para uma indispensável perspectiva de futuro, na qual a inovação científica e tecnológica poderá responder com rapidez e eficiência às questões sanitárias que o mundo globalizado nos impõe.

“Voltar a Oswaldo Cruz e aos caminhos percorridos pela instituição por ele criada, a Fiocruz, equivale a conhecer um modelo de organização da ciência baseado no combate às enfermidades que minavam a saúde da população e na articulação orgânica e indissolúvel entre pesquisa, produção, ensino e prestação de serviços à comunidade”, afirmam os historiadores e pesquisadores Ana Luce Girão e Carlos Fidelis, da Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz).

Desde suas origens o Instituto de Manguinhos – embrião da atual Fiocruz – perseguiu este modelo. “Um modelo que, idealizado e posto em prática por Oswaldo Cruz, desde sempre extrapolou seus muros e ainda hoje se oferece como referencial indispensável à solução dos graves problemas sanitários que desafiam a saúde pública brasileira”.

Serviço

Exposição: Oswaldo Cruz: ciência e saúde no projeto nacional

Local: corredor de acesso ao Plenário Ulysses Guimarães (Câmara dos Deputados), Brasília

Data: até 17 de agosto

Visitação: grátis


Compartilhe

Facebook Twitter Google Plus E-mail Imprimir

Compartilhe

Facebook Twitter Google Plus E-mail Imprimir