Ir para o conteúdo

Curso de humanidades digitais discute os impactos das tecnologias na produção do conhecimento

07/10/2020

Como serão contadas as histórias no futuro? Como saber separar as fake news da verdade histórica? Como selecionar e analisar documentos históricos num mundo acelerado e com uma grande produção de registros? Estas são reflexões propostas pelo curso Introdução às Humanidades Digitais, oferecido pela Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz) em parceria com a Unicamp. A primeira aula da capacitação acontece na próxima quarta-feira, 14/10, às 14h, com transmissão pela página da COC no Facebook. Também estão previstas aulas nos dias 18/11 e 09/12. Os temas serão divulgados em breve. Para participar não é necessário se inscrever previamente. 

Na edição do dia 14/10, Thiago Nicodemo, professor da Unicamp, discute o tema ‘O documento histórico no mundo contemporâneo’. Para o historiador, a ideia é entender as fontes contemporâneas, que incluem produções audiovisuais e textuais, para a produção de pesquisas em humanidades. “Pretendemos gerar condições para a análise dessas fontes, entendendo que elas podem transitar do analógico para o digital e serem disponibilizadas em arquivos - digitais, ou fontes que ainda não são entendidas enquanto documentos históricos por circularem na rede atualmente”, explicou. “Essas fontes ainda não reconhecidas incluem memórias digitais disponíveis no Facebook, Instagram e nos fragmentos que registramos com os nossos celulares, por exemplo. Todas as mídias podem ser objeto de um conhecimento no futuro”, destacou Nicodemo.

Voltado para alunos de graduação e pós-graduação das áreas de ciências humanas e para interessados na temática, a capacitação destaca os impactos da transformação digital na produção do conhecimento, nas formas de arquivamento, produção e processamento das informações no mundo contemporâneo, e sobretudo no papel do historiador. Não será emitido certificado de participação no curso. 

Documentos e arquivos digitais, novas mídias, a memória no século 21 - arquivos do futuro, arquivos informais, arquivos da Covid-19 e arquitetura pública: lembrança e destruição são alguns temas que serão abordados na capacitação, que também discutirá sobre algoritmos e inteligência artificial, verdade e história, pós-história e o YouTube e as novas formas de circulação do conhecimento histórico.

O evento é organizado pelo Departamento de Pesquisa em História das Ciências e da Saúde e pelo Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde da COC e terá mediação de Dominichi Miranda de Sá e Gisele Sanglard.


Compartilhe

Facebook Twitter Whatsapp E-mail Imprimir

Compartilhe

Facebook Twitter Whatsapp E-mail Imprimir