Ir para o conteúdo

História social das enfermeiras no Brasil é tema do Encontro às Quintas

08/11/2019

A história social de mulheres na constituição da profissão de enfermeira no Brasil, na primeira metade do século 20, será a pauta da apresentação do pesquisador e professor do Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde (PPGHCS) Luiz Otávio Ferreira no próximo Encontro às Quintas. Aberto aos interessados, sem necessidade de inscrição prévia, o evento será realizado no dia 14/11, às 10h, no Centro de Documentação e História da Saúde (CDHS), em Manguinhos (RJ).

A apresentação de Luiz Otávio Ferreira tem o objetivo de expor os resultados do projeto de pesquisa, desenvolvido no Departamento de Pesquisa em História das Ciências da Saúde (Depes) da Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz), sobre as características e as desigualdades socioculturais existentes entre as mulheres que adotaram a enfermagem como profissão no Brasil no início do século 20.

Luiz Otávio Ferreira explica que a atividade até então não era tipicamente feminina. Ao contrário, homens e mulheres praticavam indistintamente atividades relacionadas à enfermagem. De acordo com o pesquisador, a feminização da enfermagem e a elevação do nível sociocultural da profissão foi concretizada, no Brasil, em meados do século 20, quando já funcionava no país uma rede de escolas de enfermagem inspiradas no modelo norte-americano de formação profissional.

Encontro às Quintas

Data: 14/11
Tema: Enfermeiras: uma história social de mulheres na constituição de uma profissão sanitária
Convidada: Luiz Otávio Ferreira (PPGHCS)
Horário: 10h
Local: Salão de Conferência – Prédio CDHS
Endereço: Av. Brasil, 4365 – Manguinhos (Rio de Janeiro-RJ)
Informações: (21) 3865-2286| E-mail: ppghistoriasaude@fiocruz.br


Compartilhe

Facebook Twitter Google Plus E-mail Imprimir

Compartilhe

Facebook Twitter Google Plus E-mail Imprimir