Ir para o conteúdo

Encontro às Quintas debate higiene pública e polícia médica em SP no século 19

28/08/2019

Compreender a importação do pensamento higienista na primeira metade do século 19 na cidade de São Paulo e os embates políticos que se deram em torno desse novo saber. Este será o tema principal da apresentação do sociólogo Rafael Mantovani no Encontro às Quintas do dia 5 de setembro, às 10h, no Centro de Documentação e História da Saúde (CDHS), em Manguinhos (RJ). Promovido pelo Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde (PPGHCS) da Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz), o evento é aberto aos interessados, sem necessidade de inscrição.

A apresentação de Rafael Mantovani será baseada nos resultados de sua pesquisa de doutorado que resultou no livro Modernizar a ordem em nome da saúde: a São Paulo de militares, pobres e escravos (1805-1840). De acordo com o sociólogo, o pensamento higienista foi uma novidade científica que gerou debates no âmbito da câmara municipal e que "poderia produzir lucro político aos que a proferissem, mas que, ao mesmo tempo, colocava em xeque comportamentos tradicionais arraigados nos costumes cotidianos seculares".

O estudo buscou práticas higienistas anteriores à era bacteriológica a partir da análise comparativa de outras localidades no mesmo período. Ainda segundo Mantovani, Brasil e Portugal interpretaram o conceito de polícia médica de maneira punitiva, como uma espécie de apêndice do código penal. "Tratou-se de um processo de medicalização da cidade principiado por militares, especialmente a partir de 1819, que não compreendia salubridade como baixa morbidade e mortalidade, mas sim, como espaço urbano limpo", afirma.

Encontro às Quintas

Coordenação: Tânia Salgado Pimenta
Tema: Disputas políticas em São Paulo (da primeira metade do século 19) em torno das ideias de higiene pública e polícia médica
Convidado: Rafael Mantovani (Doutor em Sociologia/USP)
Data: 05/09
Horário: 10h
Local: Salão de Conferência – Prédio CDHS
Endereço: Av. Brasil, 4365 – Manguinhos (Rio de Janeiro-RJ)
Informações: (21) 3882-9095 | E-mail: ppghistoriasaude@fiocruz.br

 


Compartilhe

Facebook Twitter Google Plus E-mail Imprimir

Compartilhe

Facebook Twitter Google Plus E-mail Imprimir