Ir para o conteúdo

COC lança mestrado em Divulgação da Ciência, da Tecnologia e da Saúde

2015-12-17

A Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz) lança em 2016 um novo curso de pós-graduação stricto sensu: o mestrado em Divulgação da Ciência, da Tecnologia e da Saúde. Aprovado nesta semana pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), o programa abrirá processo seletivo no primeiro semestre do ano que vem, e as aulas devem começar em agosto.

Para a vice-diretora de Pesquisa, Educação e Divulgação Científica da COC, Magali Romero Sá, o mestrado, de caráter interdisciplinar, representa um marco na área de divulgação e popularização da ciência no Brasil. “O programa visa formar pesquisadores qualificados para a geração de novos conhecimentos que colaborem para aproximar a sociedade de temas como saúde, ciência e tecnologia”, ressalta.

O novo curso nasce da experiência da COC com a especialização em Divulgação da Ciência, da Tecnologia e da Saúde, oferecido pela unidade desde 2009. O mestrado é resultado de uma parceria com a Fundação Jardim Botânico, o Museu de Astronomia e Ciências Afins (Mast), a Fundação Cecierj e a Casa da Ciência da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Entre os parceiros do programa na esfera internacional, estão a Universidade Cornell e o Hatfield Marine Science Center da Universidade do Estado do Oregon (Estados Unidos); a Escola Internacional Superior de Estudos Avançados (Itália); e a Universidade de Paris 8 (França).

O diretor da COC, Paulo Elian, destaca que o novo curso será oferecido por uma das principais instituições de ciência e tecnologia em saúde da América Latina. “Além de inovar e produzir conhecimento, a Fiocruz tem como missão disseminá-lo e compartilhá-lo com a sociedade”, afirma.

O mestrado terá três linhas de pesquisa. A primeira - Cultura científica e sociedade - abrange reflexões sobre a dimensão cultural e social da ciência, da tecnologia e da saúde. Intitulada Educação, comunicação e mediação, a segunda linha dedica-se à interface entre as áreas da educação e da comunicação na mediação entre o conhecimento científico e a sociedade. Já a linha Estudo de público/audiência reúne análises com foco nos distintos públicos das diferentes atividades educativas e de divulgação científica.

"Como a pesquisa em divulgação cientifica é um campo do conhecimento recente no mundo, trabalhamos para a formação de recursos humanos e o fortalecimento da produção cientifica”, afirma a coordenadora do curso, Luisa Massarani. “Além disso, nos articulamos com vários dos melhores grupos do exterior. Com isso, temos neste curso um corpo docente excelente, interdisciplinar, com disciplinas especificamente pensadas para formar um mestrando na área."


Compartilhe

Facebook Twitter Google Plus E-mail Imprimir

Compartilhe

Facebook Twitter Google Plus E-mail Imprimir