Fiocruz
Webmail FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ

A monografia O caminho é o afeto: Nise da Silveira e o inconsciente, de Renata Linhares de Araújo, foi a grande vencedora do 1º Prêmio de Monografias em História das Ciências, da Medicina e da Saúde, promovido pelo Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde (PPGHCS) da Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz). O trabalho de conclusão de curso teve a orientação de Beatriz de Moraes Vieira e a coorientação de Laurinda Rosa Maciel.   

Ex-aluna de História da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), Renata é aluna matriculada no Programa de Pós-Graduação em Preservação e Gestão do Patrimônio Cultural das Ciências e da Saúde (PPGPAT/COC/Fiocruz). 

Confira o resultado final no site do PPGHCS.

O segundo lugar foi da estudante da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) Gabriela Maia Salomão, com a monografia O efeito de políticas públicas sobre o reconhecimento: o caso da política de indenização aos filhos segregados de pais com hanseníase submetidos ao isolamento compulsório em Minas Gerais, orientada por Ricardo Fabrino Mendonça. 

A terceira colocada foi a estudante da Universidade Estadual Paulista (Unesp) Vitória Marchetto, com a monografia A Árvore da Vida […] do Padre Affonso da Costa: Farmácia, Medicina e Ciência na Atuação dos Jesuítas em Goa (século XVIII), orientada por Ana Carolina de Carvalho Viotti. 

De acordo com o edital, o primeiro prêmio consiste no recebimento da quantia de R$ 3 mil, em outorga de certificado emitido pelo PPGHCS e na publicação de uma nota de pesquisa de cerca de dez páginas, na Revista Brasileira de História da Ciência, vinculada à Sociedade Brasileira de História da Ciência (SBHC). O segundo colocado recebe a quantia de R$ 2 mil e um certificado do PPGHCS atestando sua colocação no prêmio. O terceiro colocado recebe a quantia de R$ 1 mil e um certificado do PPGHCS. 

Mais de cinquenta estudantes de todo o Brasil enviaram monografias para concorrer ao prêmio. Em razão da qualidade dos trabalhos, a Comissão Organizadora decidiu conceder também duas menções honrosas, para o quarto e o quinto colocados. 

Autora da monografia “A hygiene infantil é, sem dúvida, a hygiene do futuro”: Políticas de  assistência materno-infantil e a atuação das visitadoras da saúde pública em Pernambuco (1922-1926), orientada por Ana Clara Farias Brito, a estudante da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) Vanessa Dias da Silva Batista conquistou quarto lugar e a menção honrosa. Estudante da Uerj, Letícia Oliveira Silva recebeu o quinto lugar e a menção honrosa com a monografia Os presos políticos internados em manicômios durante a ditadura empresarial-militar brasileira, orientada por Ana Maria Jacó Vilela. 

O 1º Prêmio de Monografias em História das Ciências, da Medicina e da Saúde recebeu monografias finalizadas e aprovadas em suas instituições de origem entre 2021 e 2023, escritas em português, em qualquer unidade da federação. A banca examinadora foi formada por Benedito Carlos Costa Barbosa (Universidade Federal de Roraima), Claiton Márcio Silva (Universidade Federal da Fronteira Sul), Dilene Raimundo Nascimento (COC/Fiocruz), Érico Silva Alves Muniz (Universidade Federal do Pará) e Sebastião Pimentel Franco (Universidade Federal do Espírito Santo). 

Saiba mais no site do PPGHCS.